Lucro líquido da Nissan cresce 12,6%

Imagem ilustrativa da notícia: Lucro líquido da Nissan cresce 12,6%

A Nissan divulgou na segunda-feira, 14, o balanço financeiro do seu ano fiscal, encerrado em 31 de março, com lucro líquido de 746,9 bilhões de ienes, ou algo como US$ 7 bilhões, alta de 12,6% com relação ao ano fiscal de 2016. Comunicado da companhia afirmou que nos primeiros noves meses, e apesar do crescimento do lucro, a Nissan sofreu com custos significativos ligados a itens especiais, ajustes de estoque e tendências negativas de preços. A recuperação foi alcançada nos últimos três meses graças ao forte desempenho no mercado.

 

Por causa dos problemas enfrentados ao longo do ano o lucro operacional da empresa caiu 22,6%, chegando a 575 bilhões de ienes, ou US$ 5,2 bilhões.

 

A receita da Nissan registrou alta de 2% no período, de 11,7 trilhões de ienes, US$ 106,8 bilhões, para 12 trilhões de ienes, US$ 109,5 bilhões. As vendas globais chegaram a 5,7 milhões de unidades, expansão de 2,6%.

 

Com relação às vendas por região a Nissan informou que obteve crescimento de 14,3% na América Latina, com o Brasil sendo um dos impulsionadores. Na China cresceram 12,2%, chegando a 1,5 milhão de unidades, enquanto que, na Europa, excluindo Rússia, houve queda de 4,6%, assim como na América do Norte, onde a retração foi de 2%.

 

A Nissan aproveitou para revelar suas projeções para o ano fiscal de 2018, que acabará em 31 de março de 2019, com previsão de queda de 33% no lucro líquido, chegando a 500 bilhões ienes, US$ 4,6 bilhões, por causa da contínua alta no preço das matérias primas e da situação desfavorável do câmbio. A receita esperada é de 12 bilhões de ienes, expansão de 0,4%.

 

Foto: Divulgação.