Setor contrata. Exigência: mais qualificação.

Imagem ilustrativa da notícia: Setor contrata. Exigência: mais qualificação.

São Paulo – Com a retomada do mercado as empresas do setor automotivo voltarão a contratar para recompor parte dos postos de trabalho cortados durante a crise dos últimos anos. Segundo Maria Sartori, gerente sênior de recrutamento da consultoria Robert Half – empresa que fez a décima-primeira edição do Guia Salarial Robert Half –, as contratações serão efetivadas já no ano que vem.

 

“Depois do período de crise percebo um movimento do mercado em retomar seus projetos parados e, para isso, as empresas precisarão retomar vagas que foram fechadas no passado”.

 

Segundo o estudo, divulgado na quarta-feira, 17, as posições com maior procura pelas empresas do setor automotivo são gerente de projeto, engenheiro de processos e engenheiro de vendas. Elas, porém, encontram dificuldades na hora de contratar esses profissionais:

 

“O inglês fluente é o principal entrave na hora de contratar para essas áreas: 51% das empresas exigem essa qualificação porque, em geral, as matrizes dessas empresas estão em outros países e o profissional precisa conseguir se comunicar”.

 

Maria Sartori também ressaltou que os profissionais que não se atualizaram durante o período de crise não atendem mais à demanda das empresas, que atualmente buscam funcionários com uma visão mais abrangente e de outras áreas de atuação. A gerente citou como exemplo engenheiros de projetos e de processos, que precisam saber o máximo possível sobre a área de produto: “Um engenheiro de processo, com alto conhecimento na área de produto e inglês fluente, tem sido altamente disputado pelas empresas do setor”.

 

Um gerente de projetos, segundo estudos da consultoria, tem salários que variam de R$ 9 mil a R$ 17 mil em empresas de pequeno e médio porte e de R$ 11 mil a R$ 23 mil em companhias de grande porte. Os engenheiros de processos de pequenas e médias empresas receberão de R$ 6,7 mil a R$ 8 mil, e no caso de grandes empresas o salário pode chegar a R$ 13 mil e. Já os engenheiros de vendas poderão ganhar de R$ 6,8 mil a R$ 17 mil, dependendo do porte da empresa. Segundo Sartori empresas de pequeno e médio porte são aquelas que faturam até R$ 500 milhões por ano, enquanto as grandes têm faturamento superior.

 

A gerente da Robert Half também apontou que, com a retomada do setor, a faixa salarial dessas áreas está voltando a crescer – nos últimos dois anos ficaram estagnadas e, em alguns casos, passaram por reduções: “2019 será o ano em que isso voltará a mudar e acredito que os salários voltarão a crescer. Ainda distante do que era registrado em 2012, mas melhor do que nos anos de crise”.

 

Foto: Divulgação.