Toyota lança a tecnologia híbrido flex com o Corolla

Imagem ilustrativa da notícia: Toyota lança a tecnologia híbrido flex com o Corolla

São Paulo – A Toyota anunciou na quarta-feira, 17, que o primeiro modelo híbrido flex do mundo chegará às suas concessionárias brasileiras no último trimestre de 2019 – e será o Corolla montado sobre a plataforma TNGA, Toyota New Global Architecture, em Indaiatuba, SP. A informação foi revelada pelo presidente Rafael Chang ao governador de São Paulo, João Dória, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes.

 

Apesar de há mais de um ano usar o Prius, seu modelo híbrido mais vendido no mundo, como protótipo nos testes com a tecnologia, a Toyota brasileira optou por inaugurar a operação comercial de modelos com motor elétrico aliado a um flex fuel com o Corolla, o Toyota mais vendido no mercado brasileiro – já são mais de 1 milhão de unidades do sedã rodando por aqui.

 

A tecnologia híbrido flex foi desenvolvida em conjunto pelas engenharias do Japão e do Brasil, em um projeto que começou há quase quatro anos, em meados de 2015. Do lado japonês veio o conhecimento da tecnologia híbrida, enquanto o time brasileiro colaborou, especialmente, com os conhecimentos do flex. O Prius protótipo rodou em diversos tipos de estradas e climas para avaliar o funcionamento da tecnologia elétrica aliada especialmente com o etanol.

 

Para produzir o Corolla hibrido flex -- o primeiro modelo híbrido made in Brazil -- da décima-segunda geração do modelo, a companhia investe R$ 1 bilhão na fábrica de Indaiatuba – valor que a credenciaria, em tese, a receber os benefícios do IncentivAuto, programa de fomento à indústria automotiva do governo paulista cuja regulamentação está para ser publicada.

 

A nova plataforma, TNGA, é a mesma usada para a montagem do Prius, do SUV compacto C-HR e do sedã Camry lá fora. É a mais moderna do Grupo Toyota no mundo.

 

Além de atender ao mercado brasileiro, o Corolla será exportado para Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru e Colômbia a partir do primeiro semestre do ano que vem.

 

Foto: Divulgação.