Vendas de caminhões superam as 100 mil unidades

Imagem ilustrativa da notícia: Vendas de caminhões superam as 100 mil unidades
Foto Jornalista Bruno de Oliveira

Por Bruno de Oliveira

CompartilheBalanço
06/01/2020

São Paulo -- O mercado brasileiro de caminhões terminou 2019 com as vendas em alta na comparação com 2018. Dados do Renavam divulgados pela Fenabrave mostraram que os emplacamentos no período chegaram a 101 mil 735 unidades, volume 33% maior do que o registrado em 2018. 

 

Apenas em dezembro os licenciamentos somaram 8 mil 329 unidades, aumento de 9,5% sobre as vendas de dezembro de 2018. Na comparação com as vendas de novembro, o volume vendido no último mês do ano passado representou queda de 9%.

 

Os modelos pesados foram os mais vendidos no ano, chegando a representar, segundo o balanço da Fenabrave, 50,7% das vendas totais. A fatia é maior do que a observada ao fim de 2018, quando as vendas dos pesados representaram 45,5% das vendas totais.

 

A predominância dos pesados na vendas diz respeito às altas demandas do agronegócio observadas ao longo do ano, sobretudo as ligadas ao mercado de transporte de grãos. Neste segmento o modelo mais vendido foi o Volvo FH540: durante 2019 foram licenciadas 7 mil 219 unidades. O volume fez com que o modelo representasse 14% do mercado de pesados no período.

 

A montadora que mais vendeu caminhões no ano passado, segundo a Fenabrave, foi a Mercedes-Benz: em 31 mil 390 unidades produzidas pela companhia em São Bernardo do Campo, SP, e em Juiz de Fora, MG, foram licenciadas até dezembro. A montadora, com o resultado, deteve 30% do mercado total.

 

A segunda maior fatia no período ficou nas mãos da Volkswagen Caminhões e Ônibus, 24% de market share. A montadora encerrou o ano com vendas totais de 24 mil 783 unidades. A Volvo, por sua vez, deteve a terceira maior fatia, 16,5%, e vendeu 16 mil 844 unidades.

 

Foto: Divulgação.