Faurecia volta a ter lucro na América do Sul em 2017

Imagem ilustrativa da notícia: Faurecia volta a ter lucro na América do Sul em 2017

O desempenho da Faurecia no mercado sul-americano ano passado conseguiu reverter o prejuízo registrado pela empresa em 2016. A retomada das vendas de veículos nos principais países da região fez a companhia, que atua no segmento de OEM e possui produção local, registrar lucro de € 12 milhões ano passado. Em 2016, a empresa teve prejuízo de € 23 milhões.

 

As vendas na região representaram 5% do total vendido pela companhia no mundo, o que foi considerado pela Faurecia uma mudança dramática. A receita com os negócios junto às montadoras chegaram a € 788 milhões, 54,6% mais que em 2016, informou a companhia em balanço divulgado na sexta-feira, 16. No Brasil, a empresa possui instalações em Gravataí, RS. Camaçari, BA. Goiana, PE. Limeira, SP. Porto Real, RJ. Produz assentos e peças para acabamento interno.

 

No mundo, a receita da companhia ano passado aumentou 8,6%, chegando a € 16,96 bilhões, e o lucro líquido subiu 34% para € 714,5 milhões. Na Europa, região que respondeu por 50% das vendas totais da companhia, crescimento de 8,2% nas vendas, que geraram € 8,5 bilhões em faturamento. Segundo a empresa, o desempenho no continente se deu em função das demandas dos SUVs 3008 e 5008, da PSA, Ford, FCA, Volvo e novas entregas para os modelos de luxo do Grupo Volkswagen.

 

Na América do Norte, o volume de vendas cresceu 5,6% em 2017 na comparação com 2016, gerando receita de € 4,4 bilhões. O crescimento foi conduzido pelas entregas de assentos para o modelo Ford F-250, e negócios com VW e Cummins. Na Ásia as vendas aumentaram 18,1% ano passado, gerando receita de € 2 bilhões 942 milhões. Na China, cresceram 69% as vendas para OEMs.

 

Foto: Divulgação.