Nova Montana é mais barata na venda direta

Imagem ilustrativa da notícia: Nova Montana é mais barata na venda direta
CompartilheLançamento
02/05/2018

A General Motors anunciou na quarta-feira, 2, no seu site, o início das vendas do modelo 2019 da picape Chevrolet Montana na sua rede de concessionários. São duas as versões que compõem a nova linha: Sport e LS -- a versão LS chega ao varejo com possibilidade de desconto no preço final em compras feitas de forma direta: se a compra for feita por uma empresa, pessoa jurídica, o valor do veículo pode ser 22% menor em revendas que operam em São Paulo consultadas por AutoData.

 

O desconto é concedido porque, na forma de venda direta, alguns tributos deixam de incidir sobre a transação, o que tornaria viável a redução do preço por parte da GM, disseram os vendedores.

 

Contaram eles que a venda direta é similar às vendas para PCD, pessoas com deficiência, ou para produtores agrícolas, incidindo sobre a compra benefícios fiscais que contemplam essas categorias. O desconto inibe as vendas do modelo a pessoas físicas, segundo os concessionários.

 

Na consulta feita pela reportagem a uma rede da marca que atua na Região Sul de São Paulo a versão LS da Montana demora trinta dias para ser entregue ao cliente e o preço, na venda direta, chega a ser R$ 12 mil menor do que se fosse vendido com o preço cheio: a versão completa de R$ 57 mil 690 passa a custar R$ 44 mil 998.

 

A GM, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que a Montana tem saída importante na forma direta por causa “do perfil de aplicação à qual está submetido o modelo de picape”. No site da companhia o preço sugerido é a partir de R$ 49 mil 890.

 

Vendas diretas tem sido a modalidade comercial predominante no segmento de veículos comerciais leves: segundo dados do Renavam divulgados pela Fenabrave até abril representaram 68,75% das vendas. Somadas as vendas de automóveis com comerciais leves a GM foi segunda empresa que mais vendeu veículos de forma direta nos quatro primeiros meses do ano: 16,83% do total.

 

A FCA é a empresa que mais vendeu veículos de forma direta até abril, 19,24% das suas vendas, assim como na categoria de comerciais leves: 48,77%. São da empresa os dois modelos mais vendidos na categoria, os Fiat Strada e Toro.

 

No período a Montana foi o nono modelo mais emplacado por via direta, 2 mil 648 unidades, o que representa mais da metade do total vendido do modelo até abril: 3 mil 841 unidades.

 

Características – A linha 2019 da Montana lançada na quarta-feira é equipada com o motor flex SPE 1.4 ECO e transmissão manual de cinco velocidades, conjunto que gera, segundo a empresa, 99 cv e 13 kgfm de torque. A versão completa tem, além da direção hidráulica, rodas aro 15, banco do motorista com ajuste de altura, painel de instrumentos na cor Ice Blue e as sombreiras com espelho.

 

Há itens como ar-condicionado, grade de proteção do vidro traseiro, comando elétrico dos vidros, travas e retrovisores externos, sistema de acendimento automático dos faróis, controle de velocidade de cruzeiro e sistema de som com Bluetooth e entrada USB. No que diz respeito ao design para-choques na cor da carroceria e apêndices aerodinâmicos como o spoiler lateral.

 

A Montana 2019 estreia nas seguintes opções de cores para a carroceria: Vermelho Chili, Cinza Satin Steel, Preto Ouro Negro, Branco Summit, Cinza Grafite e Prata Switchblade.

 

Foto: Divulgação.