Greve mantida na M-Benz e empresa vai à Justiça

Imagem ilustrativa da notícia: Greve mantida na M-Benz e empresa vai à Justiça

Os funcionários da Mercedes-Benz de São Bernardo do Campo, SP, seguem em greve pelo oitavo dia e, em assembleia realizada no turno da manhã na terça-feira, 22, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC informou que não houve avanço nas negociações e que a companhia levará o caso para a Justiça do Trabalho, de acordo com comunicado divulgado.

 

Segundo o sindicato os trabalhadores seguem pedindo aumento salarial e mudanças no cálculo da PLR, assim como a manutenção de cláusulas sociais sociais previstas no acordo anterior -- e a companhia não aceita. De acordo com Moisés Selerges, diretor executivo do sindicato, a posição da empresa representa um retrocesso com relação à negociação que sempre ocorreu com o sindicato.

 

A Mercedes-Benz informou que, antes de qualquer impasse nas negociações, foi surpreendida com o começo da greve na unidade de São Bernardo do Campo e, durante todo o período de paralisação, esteve à disposição para negociar e tentou um acordo com o sindicato.

 

No entanto, com a rejeição de sua última proposta e a impossibilidade de chegar a uma solução com os trabalhadores, a companhia decidiu submeter a discussão à Justiça do Trabalho.

 

Foto: Divulgação.