SL Automotive é nova fornecedora da GM Gravataí

Imagem ilustrativa da notícia: SL Automotive é nova fornecedora da GM Gravataí

São Paulo – Um novo fornecedor de autopeças integrará o condomínio industrial da General Motors de Gravataí, RS -- a SL Automotive já prepara sua instalação em prédio antes ocupado pela Arteb, que deslocou seus ativos para São Paulo. A companhia, segundo o sindicato dos metalúrgicos local, produzirá lanternas e farois para novo modelo que a GM pretende montar na unidade. A GM confirmou as informações.

 

Esta será a primeiro operação da companhia no País. Fundada em 1954 na Coreia do Sul a SL produz sistemas de iluminação, retrovisores e módulos de cockpit. A empresa já é uma fornecedora global da GM, chegando em 2017 a vencer o prêmio de fornecedor do ano. Sua atuação se estende, afora a Coreia do Sul, à China, Estados Unidos, Polônia e Índia.

 

A SL é o segundo novo fornecedor que integra a lista dos supridores GM na unidade gaúcha: em junho a Reydel também passou a integrar a cadeia de autopeças que atendem à montadora no condomínio industrial. A Reydel fornecerá componentes para o painel de modelo que virá a ser produzido na nova linha de Gravataí. Assim como a SL Automotive a Reydel chegou para substituir um antigo fornecedor, no caso a Continental. Também anunciaram investimentos a sistemista Valeo e a Yapp Automotive Systems, fabricante de sistemas de combustível.

 

Parada. De acordo com o sindicato de Gravataí a GM programou parada de produção de 30 de julho, uma segunda-feira, a 6 de agosto, a segunda-feira seguinte, para realizar testes na nova linha. A greve dos caminhoneiros, informou a entidade, provocou atrasos no planejamento de testes que havia sido estabelecido, o que postergou os procedimentos para o fim de julho.

 

Os testes tratam da sincronização que haverá da linha que produz os modelos Chevrolet Onix e Prisma e a segunda lnha, que está sendo instalada de forma paralela. Ao que consta o novo modelo compartilhará processos de montagem com os veículos que já são produzidos ali.

 

Foto: Divulgação.