Iveco avalia interromper produção na Argentina

Imagem ilustrativa da notícia: Iveco avalia interromper produção na Argentina

Sorocaba, SP – A Iveco considera a possibilidade de interromper a produção de sua fábrica instalada na Argentina em função da crise econômica que se instalou ali. A empresa já vinha convivendo com paradas na produção e, desde o começo do ano, as linhas operavam em ritmo reduzido como forma de prevenção para eventual oscilação do mercado.

 

De acordo com Vilmar Fistarol, presidente da CNH Industrial, a controladora da Iveco, há estoque para que se exerça a interrupção, e o volume seria o suficiente para atender às demandas atuais: “Mantivemos a produção ao longo do ano em atividade mínima, para evitar uma parada brusca, que é negativa diante do governo. Mas é uma opção”.

 

Na terça-feira, 25, sindicatos convocaram uma greve geral que paralisou a indústria e outros setores da economia argentina. A impopularidade das medidas anunciadas pelo governo para conter a desvalorização cambial mobilizou sindicatos e trabalhadores receosos de eventuais reflexos nos salários. Com isso as fábricas de veículos também foram afetadas.

 

No complexo industrial de Córdoba, que também compreende linha de produção de máquinas agrícolas e de construção e uma outra de motores, da FPT, são fabricados os modelos de caminhões Hi-Way, Stralis, Cursor, Tector e Trakker e o furgão Daily.

 

Foto: Divulgação.