FPT testa motor agrícola movido a biodiesel de macaúba

Imagem ilustrativa da notícia: FPT testa motor agrícola movido a biodiesel de macaúba

São Paulo – A FPT Industrial começou a testar biodiesel de macaúba em motores de tratores agrícolas, aplicando misturas de 10% e 20% do combustível em diesel fóssil, conhecidas como B10 e B20. O projeto está sendo tocado em Betim, MG, no Technical Center da companhia, e tem registrado desempenho e consumo semelhantes ao diesel comercial -- mas com tendência de redução nas emissões.

 

Os testes fazem parte de pesquisas e incentivos aos combustíveis alternativos, nos quais a empresa investiu na produção e em testes, dedicados ao biodiesel derivado da macaúba como uma nova fonte de combustível sustentável. Inicialmente o foco será em motores de tratores agrícolas, mas a empresa já anunciou que, no futuro, fará testes em caminhões e ônibus Iveco, e em geradores de energia FPT, todos equipados com motores FPT N67.

 

Para produção do combustível a companhia usou óleo de macaúba extraído pela Cooper Riachão, cooperativa de produtores rurais da região de Montes Claros, MG, e produziu o biodiesel em uma usina experimental, atendendo às normas da ANP, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. O desenvolvimento foi feito em parceria com a PUC Minas, com a UFMG, Universidade Ferderal de Minas Gerais, e com a Bchem Biocombustíveis.

 

O motor que está em testes é o FPT N67 MAR-I/Tier 3, que equipa tratores agrícolas da Case IH e da New Holland Agriculture, marcas que pertencem à CNH Industrial.

 

Foto: Divulgação.