Exportações caem 35% em setembro

Imagem ilustrativa da notícia: Exportações caem 35% em setembro
CompartilheBalanço da Anfavea
07/10/2019

São Paulo – As fabricantes de veículos instaladas no País exportaram até setembro 337 mil 499 unidades, volume que representa queda de 35,6% na comparação com os embarques realizados nos nove meses do ano passado e 7% menos sobre o volume exportado em setembro de 2018. O resultado é consequência da crise na Argentina. No entanto, o crescimento nas exportações para Colômbia, Peru e México, contribuíram para evitar um resultado ainda pior.

 

Segundo balanço divulgado pela Anfavea na segunda-feira, 7, a queda de 52% nos embarques para a Argentina este ano, um volume de 175,5 mil unidades até setembro, explicam a retração da atividade. Por outro lado, as exportações para a Colômbia cresceram 135%, chegando a 38,2 mil unidades. Os embarques para o Peru, por sua vez, tiveram alta de 19% com 14,2 mil unidades. Já as exportações para o México somaram 51,3 mil unidades, alta de 47%.

 

“Não compensam completamente o que deixamos de exportar para a Argentina, mas os resultados ajudam a indústria a manter a sua capacidade de produção e, também, mostram como devemos buscar mais competitividade para atrair negócios em outros países”, disse o presidente da entidade Luiz Carlos Moraes.

 

Do total exportado até setembro, foram 275 mil 478 unidades de automóveis, um resultado 34,3% menor do que o registrado no janeiro-setembro do ano passado. As exportações de comerciais leves chegaram a 46 mil 964 unidades, 40% menos.

 

Imagem ilustrativa da notícia: Exportações caem 35% em setembro

 

O volume de caminhões exportados no acumulado do ano chegou a 9 mil 838 unidades, queda de 52% sobre o resultado registrado até setembro de 2018. No segmento de pesados houve retração de 38% nas exportações, chegando a um total de 4 mil 598 unidades.

 

As exportações de ônibus somaram, até setembro, 5 mil 219 unidades, 19,3% menos do que no mesmo período no ano passado. No segmento urbano, foram 3 mil 402 unidades exportadas, menos 20%. No segmento rodoviário, queda de 17%, com 1 mil 817 unidades exportadas.

 

Até setembro as exportações geraram faturamento de US$ 7 bilhões 578 mil 543  somando os embarques realizados de máquinas agrícolas. O valor foi 36% inferior ao registrado em igual período no ano passado.

 

Foto: Divulgação.