GM, Volkswagen e Fiat perdem menos

Imagem ilustrativa da notícia: GM, Volkswagen e Fiat perdem menos
Foto Jornalista  André Barros

Por André Barros

CompartilheMercado
03/06/2020

São Paulo – Diante do cenário atual de vendas locais de automóveis e comerciais leves, influenciado pela pandemia de covid-19 e o fechamento de concessionárias, além dos isolamentos adotados por cidades nos últimos meses, no ranking das marcas mais vendidas é premiado quem perdeu menos. No caso, a vice-líder Volkswagen, apesar do revés de maio – foi superada pela Fiat, que ocupou a vice-liderança do mês.

 

São pouco mais de 12 mil unidades que separam a líder, General Motors, da segunda colocada. A diferença de três pontos porcentuais no acumulado até maio do ano passado caiu, agora, para 1,9 ponto. Com a chegada do Nivus, SUV que ficará situado em faixa de mercado inferior ao T-Cross, a expectativa é a de reduzir essa distância.

 

A Fiat também reduziu sua diferença para a líder graças ao bom desempenho de suas picapes, Toro e Strada, mesmo diante da pandemia. E a nova geração da Strada chega no fim do mês, com um pouco de atraso.

 

Dificilmente a GM perderá a liderança este ano, até porque as novas gerações do Onix e Tracker estão com boa aceitação junto aos consumidores. Mas podemos notar que o mercado novamente se afunila nas três líderes, em direção oposta à dos últimos anos, quando outras marcas abocanharam importante fatia das vendas: até maio de 2019, GM, VW e Fiat responderam por 47,4% das vendas. Neste ano, em igual período, a participação subiu para 48,3%.

 

 

Foto: Divulgação.