Ghosn nega compra de Nissan e de Mitsubishi por Renault

Imagem ilustrativa da notícia: Ghosn nega compra de Nissan e de Mitsubishi por Renault

São Paulo - Em meio a especulações sobre o futuro da Aliança Renault Nissan Mitsubishi, o presidente Carlos Ghosn tratou de tranquilizar os acionistas da Nissan e da Mitsubishi com relação a eventual plano da Renault de aquisição de seus parceiros no Japão, informou o site Automotive News. O presidente declarou, durante encontro anual com investidores, em junho, que tornar Nissan e Mitsubishi subsidiárias Renault "tem zero possibilidade de obter um resultado". E foi além:

 

"Não fizemos isso nos últimos dezenove anos. Não mudaremos hoje".

 

A Renault detém 43,4% de ações da Nissan e concordou em dar à Nissan mais independência após um impasse com o governo francês que, por sua vez, possui participação de 15% na Renault. A Nissan, a maior das três na aliança, possui 15% da Renault -- sem direito a voto.

 

A Nissan também dispõe de participação controladora de 34% na Mitsubishi.

 

Resultados. O Grupo Renault anunciou na segunda-feira, 2, que vendeu 389 mil 221 veículos na França no primeiro semestre, incluindo veículos Renault e Dacia. Este resultado representa volume 5,8% a mais sobre o resultado do primeiro semestre do ano passado.

 

Foto: Divulgação.