SsangYong está de volta

Imagem ilustrativa da notícia: SsangYong está de volta

A Venko Motors, operadora nacional de importação, exportação e gestão para o setor automotivo, fechou contrato com a SsangYong e torna-se a responsável pela venda e atendimento pós-venda de produtos da marca sul-coreana. A prioridade, hoje, é estruturar a operação e resgatar o prestígio com os proprietários antigos oferecendo atendimento de marca premium. O segundo passo, em novembro, será a chegada de frota de quatro modelos para apresentação ao público.

 

As vendas terão início no primeiro trimestre de 2018.

 

A SsangYong teve dois momentos no Brasil: de 1995 a 1998 e, depois, presença de mais tempo, 2001 a 2015. Nesses períodos foram negociadas 16 mil 511 unidades, justamente para clientes que voltarão a ter atendimento pela agora constituída SsangYong Motors do Brasil. De acordo com o presidente Gérson Pitorri “esses clientes passam a ser responsabilidade nossa. Estamos importando peças e ofereceremos atendimento premium a eles, inclusive reavaliando a garantia caso a caso, pois acreditamos que a partir da satisfação deles damos um passo importante na recuperação da imagem da marca”.

 

A construção da marca teve início em fevereiro, com a assinatura do contrato com a montadora sul-coreana, os processos de homologação de produtos e com a formação da rede. Hoje a SsangYong do Brasil tem quinze concessionárias, em grande parte de representantes que já atuaram no passado. O objetivo é o de que até o fim do ano sejam trinta – e em 2018 espera ter cinquenta pontos de vendas e de atendimento ao cliente.

 

“Priorizamos o trabalho de qualidade com a rede autorizada, pois o novo padrão dos produtos, e do nosso posicionamento no País, será da categoria superior”.

 

Novos produtos – O portfólio será formado por quatro modelos: a picape Actyon Sports e o Korando, já conhecidos por aqui, e os novos Tivoli e XLV, todos reestilizados: “São produtos renovados e que estão posicionados nos segmentos que mais crescem no mercado nacional, os de SUVs e de picapes”.

 

Ainda sem muita informação sobre produtos e plano de preços a importadora acredita que poderá competir com os líderes desses segmentos justamente pela boa aceitação em outros mercados, como a Europa e Chile, contou o diretor de operações Marcelo Fevereiro:

 

“Os SUVs Tivoli e XLV foram recentemente premiados no mercado europeu. Na região temos uma boa aceitação no Chile, onde vendemos 7 mil unidades no ano passado”.

 

Sua expectativa para o primeiro ano de vendas no Brasil é de 3 mil unidades.

 

A SsangYong passa por momento de crescimento no mundo. Em 2016 foram negociadas 116 mil unidades e a projeção para este ano é de 169 mil. Jong Dee Lee, diretor de exportação da matriz, destaca a Europa como principal destino dos produtos coreanos, com 24 mil unidades no ano passado – e 11 mil veículos vieram para a América Latina em 2016.

 

“Temos, na Coreia do Sul, capacidade para atender à demanda crescente que esperamos no mercado brasileiro, pois viemos para ficar por muito tempo.”

 

O contrato da Venko com a SsangYong é de dez anos, renovável por períodos de cinco.