Itirapina produzirá 90 unidades/dia do Honda Fit em 2019

Imagem ilustrativa da notícia: Itirapina produzirá 90 unidades/dia do Honda Fit em 2019

A primeira fase de produção da Honda na fábrica de Itirapina, SP, para onde levará as linhas instaladas hoje em Sumaré, contemplará a produção de noventa unidades do modelo hatch Fit a partir de janeiro do ano que vem. A empresa, que anunciou mudança no começo de abril, ainda definirá o cronograma de produção dos demais modelos, City, Civic e HR-V.

 

Segundo Paulo Takeuchi, diretor executivo de relações institucionais da companhia na América do Sul, todos os equipamentos principais já estão instalados na unidade: “Para início da produção em massa será necessário apenas a instalação de equipamentos específicos para o Fit, a retomada dos testes, treinamentos e transferência de pessoal”.

 

A empresa deve levar à Itirapina os dois mil funcionários que atuam hoje em Sumaré: “Nossa intenção é não perder nenhum profissional e, para isso, criamos boas condições para que sejam transferidos”. No entanto, a empresa reconheceu que podes existir dificuldades na transferência de pessoal: Poderá haver alguns casos com maior dificuldade, mas conversaremos com cada um para entender melhor a realidade individual.

 

A Honda produz veículos na unidade Sumaré desde 1997, quando começou com o modelo Civic com volume diário de vinte unidades. A produção do Fit veio mais tarde, em 2003. Em 2005 a fábrica recebeu aporte de US$ 100 milhões para aumentar capacidade de produção. Em 2009, passou a produzir o hatch City e, em 2015, o SUV HR-V.

 

A produção em Itirapina, segundo a empresa, tem estrutura para produzir todos os modelos nacionais. A capacidade nominal da fábrica é de 120 mil unidades/ano, um volume considerado suficiente para absorver o volume produzido pela empresa hoje em Sumaré e os 5% de crescimento projetados para este ano, apontou Takeuchi.

 

Em Sumaré, após a mudança completa das linhas de produção, funcionará centro de produção de motores e de componentes, de desenvolvimento de automóveis, estratégia e gestão de negócios da empresa.

 

O planejamento da empresa tem como objetivo fazer com que as unidades trabalhem de forma complementar “para proporcionar maior flexibilidade no processo de produção”. Uma das áreas que permanecerão em Sumaré, o Power Train, recebeu investimentos recentes para fortalecer a exportação de motores para a Argentina e o México.

 

Foto: Divulgação.