BorgWarner negocia sua divisão termostato

Imagem ilustrativa da notícia: BorgWarner negocia sua divisão termostato

São Paulo – A BorgWarner decidiu vender seu braço global de produção de termostatos para a Arlington Automotive, empresa sistemista com sede na Inglaterra. Caso se concretize o negócio envolverá unidade instalada em Piracicaba, SP, onde produz para veículos leves e pesados. O anúncio da venda, que ainda depende da aprovação de entidades antitruste nos Estados Unidos, foi feito pela BorgWarner em balanço divulgado na quinta-feira, 14.

 

Afora a unidade de Piracicaba a companhia mantém, no País, fábrica em Itatiba, SP, onde são produzidos turbos e outros componente de powertrain, e em Brusque, SC, onde são produzidos motores de partida. Esta unidade fora adquirida da Delco Remy, fabricante de baterias, em 2015. A empresa evitou os pormenores sobre a negociação em seu balanço, mas está inclinando seus holofotes para negócios globais envolvendo veículos híbridos e elétricos.

 

No balanço a companhia registrou crescimento nas vendas decorrente do desempenho comercial positivo de novos negócios no mercado chinês. O faturamento da empresa no ano passado foi de US$ 10 bilhões 530 milhões, valor 7,5% maior do que o registrado em 2017, com a China sendo responsável por metade das vendas totais. Componentes para veículos híbridos responderam por 70% dos negócios, 10% para veículos elétricos e 20% para veículos com motor de combustão interna.

 

A Arlington é sistemista tier 1 "que tem imprimido processo acelerado de expansão internacional nos últimos anos". A mais recente foi a aquisição de outra fabricante de componentes, a Magal Engineering, em 2017, por meio da qual herdou operações na França, Turquia, China e Índia. Em sua carteira de clientes estão os principais nomes da indústria automotiva -- e há em sua operação braço que atende ao mercado aeroespacial.

 

Fotos: Divulgação.