Dezembro é prazo final para Ford Taboão

Imagem ilustrativa da notícia: Dezembro é prazo final para Ford Taboão

Mendoza, Argentina – A informação é extraoficial, mas executivos da alta gerência da Ford Brasil acreditam que até 31 de dezembro estará encerrado o inventário referente ao fechamento e venda – à destinação, enfim – de sua fábrica de São Bernardo do Campo, SP, no bairro do Taboão. Desde fevereiro, quando anunciou o fim das operações industriais ali, a companhia aguarda por atitudes mais decisivas, e imperativas, de dois grupos interessados em ocupar o espaço – o que até agora não aconteceu.

 

Nem a atuação de João Doria, o governador do Estado de São Paulo travestido em corretor de imóveis, fez, ainda, alterar de posição a biruta do negócio, que insiste em anotar total falta de ventos depois de manifestações relativas de interesse.

 

Para a Ford quanto mais rapidamente houver manifestação decisiva de interesse com perspectiva real de fechamento de negócio melhor, pois isto indicará, ou não, a continuidade da ocupação fabril da unidade e qual a utilização de mão de obra com origem Ford e conhecedora de processos e máquinas será mantida.

 

As negociações com a rede de distribuidores Ford Caminhões aparentemente segue sem solavancos: há grupos que já se decidiram por deixar o negócio e há alguns que esperam por perspectiva de oferta interessante por quem, afinal, comprar a fábrica – e se isto vier a acontecer, naturalmente.

 

Toda a direção da Ford está em Mendoza, Argentina, onde será apresentada na terça-feira, 25, a nova geração da picape Ranger, conhecida como Raça Forte.

 

Foto: Divulgação.