Adefa: indústria argentina segue sem reação.

Imagem ilustrativa da notícia: Adefa: indústria argentina segue sem reação.
CompartilheBalanço da Anfavea
06/08/2019

São Paulo – A produção argentina de veículos apresentou recuo de 9,5% em julho, comparada com junho, apesar do crescimento das vendas impulsionado pelos planos de desconto Juni0KM e Juli0KM, esforço conjunto da indústria com o governo local. Segundo a Adefa, entidade que representa as montadoras argentinas, saíram das linhas de montagem 21 mil 646 mil veículos no mês – que, comparado com julho de 2018, representa queda de 47,8%.

 

Em nota o presidente Luiz Fernando Pelaez Gamboa justificou: “A melhoria dos volumes não é registrada na produção devido à sazonalidade e à interrupção na produção de algumas fábricas para férias e manutenção”.

 

No acumulado do ano foram produzidos 182,8 mil veículos, recuo de 35,6% com relação às 284,1 mil unidades fabricadas de janeiro a julho de 2018.

 

As exportações cresceram em julho com relação a junho – 14,4%, para 19,9 mil veículos –, mas recuaram 21,5% na comparação com junho de 2018. No ano a queda chega a 13,2%, com 127,6 mil veículos enviados a outros mercados.

 

Foto: Divulgação.