Ford reduz quadro do campo de provas de Tatuí

Imagem ilustrativa da notícia: Ford reduz quadro do campo de provas de Tatuí
Foto Jornalista  Bruno de Oliveira

Por Bruno de Oliveira

CompartilheTrabalho
22/11/2019

São Paulo – A Ford demitiu 110 funcionários que trabalhavam no campo de provas mantido pela empresa em Tatuí, SP. A diminuição do quadro, anunciada na quinta-feira, 21, ocorreu, segundo a companhia, como adequação à sua atual capacidade, hoje operando na casa dos 30%.

 

Por meio de nota informou que “o objetivo é tornar a unidade viável economicamente e manter sua capacidade inovadora de desenvolvimento de produtos” e que as demissões decorrem “da característica cíclica do trabalho realizado na unidade”.

 

Em setembro foi anunciada uma readequação do quadro de funcionários do campo de provas como parte do amplo processo de reestruturação organizacional feito pela Ford nos últimos meses. A medida levou os funcionários da unidade, à época, a entrar em greve. As negociações, inclusive, seguem abertas e no dia 27 de novembro haverá assembleia.

 

De forma paralela, também em setembro, a Ford promoveu alterações no registro de atividades da unidade de Tatuí. Afora os testes a que são submetidos veículos e motores foram acrescentadas as atividades de manutenção e reparação de veículos, reparação de acessórios e recondicionamento e recuperação de motores.

 

A Ford informou, também por meio de nota, que o objeto social da unidade foi “ajustado a fim de contemplar as necessidades específicas do campo de provas”.

 

Também em setembro a companhia fechou acordo com o Ministério Público do Trabalho para o pagamento de indenização em ação sobre contratação indevida de mão de obra para realização de atividade-fim.

 

Foto: Divulgação.