Receita das autopeças inicia o ano em queda

Imagem ilustrativa da notícia: Receita das autopeças inicia o ano em queda
Foto Jornalista Redação AutoData

Por Redação AutoData

CompartilheAutopeças
17/03/2020

São Paulo – As empresas fabricantes nacionais de autopeças fecharam janeiro com receita líquida nominal 6,7% inferior à do primeiro mês de 2019, informou o Sindipeças em seu Relatório de Pesquisa Conjuntural divulgado todos os meses. Com exceção à reposição e às vendas intrassetoriais todos os canais apresentaram recuo no período.

 

As vendas para as fabricantes de veículos fecharam em baixa de 8%, informa o relatório. As exportações, em dólares, caíram 26,2%, com 15,7% de perdas na conversão para reais. Em contrapartida a receita com a reposição avançou 7,3% e as vendas intrassetoriais cresceram 3,2%.

 

Segundo o Sindipeças o cenário “tende a se agravar dada a reação internacional ao coronavírus e às nossas próprias fragilidades, que inibem a competitividade e travam a rentabilidade dos negócios, a despeito da redução da taxa básica de juros”.

 

A entidade projeta, ainda, maiores efeitos econômicos e sociais do Covid-19 a partir dos resultados de março ou abril. Em janeiro a ociosidade da indústria de autopeças ficou em 31%, 2 pontos porcentuais abaixo do registrado no mesmo mês de 2019, e o nível de emprego recuou 2,5%.

 

Foto: Divulgação.