Maio foi o pior em exportações desde 1978

Imagem ilustrativa da notícia: Maio foi o pior em exportações desde 1978
Foto Jornalista  Caio Bednarski

Por Caio Bednarski

CompartilheBalanço da Anfavea
05/06/2020

São Paulo -- Maio registrou o pior volume de exportações da indústria para o mês desde 1978, com apenas 3,9 mil unidades embarcadas, de acordo com os dados divulgados pela Anfavea na sexta-feira, 5. Na comparação com o mesmo mês de 2019 houve retração de 90,8% e, com relação a abril, o recuo foi de 46,3%.

 

De janeiro a maio o setor somou 100,1 mil unidades exportadas, queda de 44,9% ante os cinco primeiros meses do ano passado. O resultado é o pior para o período desde 2002, segundo Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea. Ele disse que a expectativa para o negócio já era de queda antes da pandemia, mas o avanço do vírus impactou os números: "Mercados importantes como Argentina, Chile, Colômbia e Peru também foram afetados pela covid-19, reduzindo ainda mais os embarques".

 

 

O valor das exportações somado em maio foi 65,3% menor do que o do mesmo mês de 2019, chegando a US$ 317,7 milhões -- com relação a abril, quando o volume de embarques foi maior, houve crescimento de 25,7%: a Anfavea disse que essa diferença foi causada por máquinas agrícolas, que na soma do volume ficam separadas dos autoveículos: "O alto valor desses equipamentos gerou esse aumento, assim como a alta da moeda estadunidense".

 

No acumulado do ano o setor somou US$ 2,5 bilhões em exportações, retração de 40,5% na comparação com 2019. 

 

Foto: Divulgação.