Safra 2017/2018 chega a 229 milhões de toneladas

Imagem ilustrativa da notícia: Safra 2017/2018 chega a 229 milhões de toneladas

O relatório de abril da Conab, a Companhia Nacional de Abastecimento, divulgado na terça-feira, 10, mostrou que a produção de grãos da safra 2017/2018 deverá ser de 229 milhões 53 mil toneladas, 3,4% a menos do que a safra recorde anterior, de 2016/2017. Ainda assim o volume é considerado expressivo e deverá resultar em mais negócios na cadeia produtiva, com reflexos em diversos setores -- como o de caminhões, implementos e máquina agrícolas.

 

A Conab mensalmente divulga suas projeções acerca da safra, e os dados do documento mais recente apontam para evolução mensal do volume de grãos. Na comparação com as estimativas de março o volume divulgado em abril foi revisto para cima, com a projeção sendo superior em 3 milhões 492 mil toneladas.

 

O avanço se dará, segundo o relatório, por causa da colheita da soja e do milho, que “tem confirmado boas produtividades e uma estimativa maior da área de milho segunda safra. Apesar desse resultado ser 3,4% menor que o da última safra, o Brasil deve colher a segunda maior safra da história”.

 

De acordo com o relatório as culturas de soja e milho da primeira safra estão em fase final de colheita. A área estimada sinaliza aumento de 0,8% comparado ao período anterior, atingindo 61 milhões 38 mil hectares.

 

Com os ganhos obtidos a área total da soja ficou em 35 milhões de hectares. Outros destaques com relação à área foram o milho segunda safra, com total de 11,5 milhões de hectares, o milho primeira safra com 5 milhões, o feijão segunda safra com 1,5 milhão e o algodão, 1,1 milhão.

 

Foto: Divulgação.