C4 Cactus chama clientes para as lojas Citroën

Imagem ilustrativa da notícia: C4 Cactus chama clientes para as lojas Citroën
CompartilheMontadora
27/09/2018

São Paulo – Os concessionários Citroën voltaram a sorrir: o fluxo de clientes nas lojas neste mês é o maior desde 2002 e o motivo das visitas sequer chegou às revendas – o C4 Cactus ainda está na fase de pré-venda. Segundo a diretora geral da PSA para o Brasil, Ana Theresa Borsari, oitocentas unidades do modelo foram comercializadas nesta etapa e há filas para test drive aos fins de semana.

 

As entregas e as vendas começam, efetivamente, em meados de outubro. O ritmo da produção em Porto Real, RJ, ainda está em processo de evolução e, se depender das expectativas da executiva, será insuficiente para atender à demanda do mercado. “Temos um plano de aumento de capacidade a partir do primeiro trimestre. Vai depender do desempenho do mercado brasileiro em 2019, que, para nós, ainda é uma incógnita”.

 

Ana Theresa Borsari mostrou satisfação com os primeiros resultados do C4 Cactus, a grande aposta da Citroën para os próximos anos. A meta traçada pela executiva com o SUV é de responder por 50% das vendas da marca, que dobrarão em 2019 com relação a este ano. Das linhas de Porto Real sairão em 2019 30 mil unidades, das quais cerca de 21 mil ficarão no mercado nacional – o restante será enviado para outros mercados da América Latina.

 

“Os acontecimentos deste mês serviram para mostrar que não somos tão loucos, a ambição não é exagerada. Sem lançar a campanha publicitária conseguimos esse bom desempenho”.

 

Para elevar a produção do modelo em Porto Real não basta abrir novos turnos de produção: há um gargalo na linha de pintura, especialmente no chamado segundo tom, pois o C4 Cactus traz, em algumas versões, carroceria com duas cores. Segundo a executiva, 35% dos negócios na pré-venda foram com esta opção de pintura.

 

A rede cuida, agora, para manter essa boa impressão. Junto com o promissor lançamento, um pacote de serviços começa a ser oferecido nessa chamada “nova fase” da Citroën, que inclui check up, preenchimento de fluidos e rodízio de pneus gratuitos, empréstimo de carro em caso de serviços com prazo mais longo e até guincho em caso de acidentes ou panes no veículo. Ela também voltará a crescer: até o fim do ano serão abertos oito novos pontos de vendas, que se juntarão aos 94 atuais.

 

Foto: Christian Castanho