VW concede férias coletivas em Taubaté e São Carlos

Imagem ilustrativa da notícia: VW concede férias coletivas em Taubaté e São Carlos

São Paulo – A Volkswagen concedeu férias coletivas na segunda-feira, 8, a parte dos funcionários das fábricas de Taubaté e São Carlos, ambas no Interior de São Paulo. A medida, de acordo com a empresa, é um ajuste na produção motivado pela crise no mercado argentino, principal destino de exportação dos veículos e motores VW produzidos no País.

 

Com isso, já são três as fábricas da companhia que tiveram o ritmo reduzido: também na segunda-feira entraram em férias coletivas 1,8 mil funcionários da VW Anchieta, onde são produzidos os modelos Polo, Virtus e Saveiro.

 

No caso de Taubaté, de onde saem os modelos up!, Gol e Voyage, não foi informado pela montadora e o sindicato local o número de funcionários em férias até 28 de outubro. A fábrica emprega 3,5 mil trabalhadores e essa já é a terceira vez neste ano que a empresa recorre a férias coletivas para adequar a unidade à demanda de mercado.

 

Na unidade de São Carlos, onde são produzidos motores para os veículos produzidos no Brasil e na Argentina, foram concedidos vinte dias de férias a 125 dos 900 funcionários que trabalham no local. De acordo com o sindicato dos metalúrgicos da região, a fábrica já operava em dois turnos desde setembro e o quadro será mantido até janeiro.

 

Na semana passada, a Anfavea reduziu sua projeção de exportações em 2018 para queda de 8,6% em razão da queda do mercado argentino, que atravessa uma crise marcada por forte desvalorização do peso e que obrigou o governo a elevar os juros.

 

No acumulado do ano, as exportações de veículos do Brasil para a Argentina somam 363,1 mil unidades de um volume total vendido ao mercado externo de 524,3 mil. No ano passado, até setembro, foram 395,2 mil veículos.

 

Foto: Divulgação.