Ford tem trimestre positivo na América do Sul

Imagem ilustrativa da notícia: Ford tem trimestre positivo na América do Sul

São Paulo – A Ford publicou seu balanço do primeiro trimestre do ano na quinta-feira, 25, em Dearborn, MI, e os números divulgados pela companhia, que se prepara para encerrar a operação de sua fábrica do Taboão, em São Bernardo do Campo, SP, até dezembro, apontaram para um Ebit, o lucro antes de juros e impostos, positivo na América do Sul.

 

De acordo com os resultados divulgados houve prejuízo, na região, de US$ 158 milhões. No entanto, extraídos US$ 193 milhões que foram demonstrados na parte de itens especiais do balanço, o qual é parte dos US$ 460 milhões anunciados para custear o fim de operações no ABCD Paulista, o primeiro trimestre aponta para lucro de US$ 35 milhões na América do Sul, segundo especialista em finanças ouvido por AutoData.

 

Os US$ 193 milhões contabilizados no primeiro trimestre, ainda segundo o analista, provavelmente se referem à parcela da depreciação acelerada com a saída da empresa do negócio caminhão, afora as indenizações anunciadas para funcionários da fábrica, para concessionárias e para fornecedores.

 

Durante a apresentação dos resultados Jim Hackett, presidente e CEO da Ford, disse que o desempenho global da companhia indica progresso, e que uma promessa feita em 2018 está sendo cumprida: “Com um plano sólido prometemos que 2019 seria um ano de ação e de execução para a Ford, e é isso que nós entregamos no primeiro trimestre. Estamos satisfeitos com o progresso e com o otimismo que isso traz”.

 

No primeiro trimestre a Ford registrou faturamento global de US$ 40,3 bilhões, US$ 1,6 bilhão a menos do que em idêntico trimestre do ano passado, e o Ebit foi de US$ 2,4 bilhões, US$ 300 milhões a mais. Na América do Sul, no trimestre, o faturamento foi de US$ 900 milhões, US$ 400 milhões a menos na comparação com o faturamento do primeiro trimestre de 2018.

 

Foto: Divulgação.