Anchieta começará a produzir novo modelo no primeiro semestre

Imagem ilustrativa da notícia: Anchieta começará a produzir novo modelo no primeiro semestre

São Paulo – A Volkswagen começará a produzir no fim do primeiro semestre de 2020 o seu cupê urbano, modelo desenvolvido pela engenharia brasileira para as linhas da unidade Anchieta, em São Bernardo do Campo, SP. O presidente Pablo Di Si afirmou que as alterações na fábrica começarão em poucas semanas.

 

“Temos férias coletivas programadas para setembro e outubro, quando aproveitaremos para começar a mexer na unidade. Mas a maior parte ficará para 2020, já no começo do ano”.

 

As modificações incluem um novo conjunto de prensas, o que elevará a produtividade. Segundo a VW permitirá a produção de quatro vezes mais peças por minuto, comparado com a linha atual. Reduzirá também o prazo para troca das ferramentas, de 45 para apenas 5 minutos. Na Anchieta são produzidos Polo, Virtus, Saveiro e Saveiro Cross.

 

Essa mudança, de acordo com o presidente, demandará um prazo estendido: “É mais demorado do que fazer alterações na estamparia”.

 

Imagem ilustrativa da notícia: Anchieta começará a produzir novo modelo no primeiro semestre

 

As primeiras imagens do novo modelo, ainda em sketch, foram divulgadas na quinta-feira, 29, na visita da comitiva liderada pelo governador de São Paulo, João Doria, à sede da companhia em Wolfsburg, Alemanha. Classificado como cupê urbano pela empresa, o modelo – ainda sem nome divulgado – é uma espécie de SUV derivado do Polo e será montado na mesma plataforma MQB.

 

Ele será equipado com um inédito sistema de infotainment, também resultado de desenvolvimento local. Em torno de cinquenta engenheiros trabalharam no projeto pensado para o consumidor brasileiro – e que terá, também produção local, embora com alguns componentes importados. Tanto o carro quanto o sistema serão exportados e produzidos em outras unidades da Volkswagen ao redor do mundo. Segundo Di Si é a primeira vez que um modelo desenvolvido pelos times de design e engenharia do Brasil entrará em linhas de produção de fora do País.

 

Doria e o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, divulgaram que a produção do novo modelo gerará 1,5 mil novos empregos. Di Si afirmou que foram contratados quinhentos trabalhadores para a unidade Anchieta, dos quais cem pela equipe de engenharia.

 

Foto: Divulgação.