Setor automotivo impulsiona a produção industrial

Imagem ilustrativa da notícia: Setor automotivo impulsiona a produção industrial
CompartilheIndústria
01/11/2017

Seguindo o movimento de retomada da economia nacional, a produção industrial cresceu 2,6% em setembro na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo dados divulgados pelo IBGE na quarta-feira, 1. Com relação ao mês anterior o incremento foi de 0,2% e no acumulado chegou a 1,6%.

 

O setor de veículos automotores, reboques e carroceria registrou alta de 20,9% em relação a igual mês do ano passado: “O aquecimento do setor fez com que ele fosse o principal influenciador para o crescimento da produção nacional e as exportações são um fator importante para esse incremento. Mas é necessário ressaltar que a base de comparação ainda é baixa, pois a crise trouxe grandes perdas que ainda não foram recuperadas”, disse André Macedo, gerente de coordenação da indústria do instituto.

 

Outros setores também sentirão os reflexos positivos da expansão da produção automotiva: “O setor tem bastante importância na estrutura industrial brasileira e outras áreas que são ligadas a ele já mostram comportamento positivo, como a produção de borracha, plástico e a metalurgia.”

 

O IBGE separa a produção em seis grandes categorias da economia, com automóveis e comerciais leves posicionados na de bens duráveis e com grande participação na alta de 16,2% se compararmos com igual mês do ano passado e 11,7% no acumulado do ano. Com relação ao mês de agosto houve crescimento de 2,1%.

 

No segmento de bens de capital o aumento foi de 5,7% na comparação com setembro de 2016 e de 4,5% no acumulado do ano, sendo que a produção maior de caminhões, carrocerias, ônibus, reboques e máquinas agrícolas foi o principal fator para esse aumento. Na comparação com o passado houve uma queda pontual de 0,3%.

 

Foto: divulgação