Produção supera os 2 milhões

Imagem ilustrativa da notícia: Produção supera os 2 milhões
CompartilheBalanço da Anfavea
04/10/2018

São Paulo – Em setembro a produção brasileira de veículos superou a casa das 2 milhões de unidades no ano, com um mês de antecedência com relação a 2017, quando apenas em outubro esse volume foi alcançado. Segundo dados divulgados pela Anfavea na quinta-feira, 4, saíram das linhas de montagem 2,2 milhões de unidades de janeiro a setembro, 10,5% acima de igual período do ano passado.

 

Embora positiva na comparação dos acumulados, em setembro o ritmo das linhas das fabricantes foi 23,5% inferior a agosto, explicado pela menor quantidade de dias úteis – 19 ante 23 – e 6,3% abaixo do registrado em setembro de 2017. Para o presidente Antonio Megale, o desempenho negativo dos principais mercados de exportação, Argentina e México, reduziu as encomendas e, por consequência, a produção de veículos.

 

“As empresas estão ajustando a produção para se adequar aos novos volumes. Infelizmente não conseguimos convergir o bom momento do mercado brasileiro com o dos principais parceiros: Argentina e México estão em queda”.

 

Segundo ele parte dos volumes estão sendo absorvidos pelo próprio mercado brasileiro, em trajetória ascendente, e outra parte direcionada a outros países – Megale citou Chile e Colômbia como estes parceiros. Não é suficiente, porém, para compensar a perda: só a Argentina é responsável por cerca de 70% dos embarques de veículos do Brasil: “A indústria segue buscando novos mercados e há a expectativa de que, com a posse do novo presidente, o mercado mexicano se recupere. Mas, enquanto isso, ajustes precisam ser feitos nas linhas”.

 

A situação das exportações não mexeu, ao menos por enquanto, com o nível de emprego da indústria, que ficou estável de agosto para setembro. Megale disse que as medidas tomadas pelas empresas incluem férias coletivas, licenças e, em alguns casos, layoffs.

 

Foto: Divulgação.