Mercado premium crê em crescimento moderado

Imagem ilustrativa da notícia: Mercado premium crê em crescimento moderado
Foto Jornalista Caio Bednarski

Por Caio Bednarski

CompartilheCongresso AutoData
22/10/2019

São Paulo – Executivos do segmento premium do mercado de automóveis projetam crescimento modesto em 2020. Aksel Krieger, CEO da BMW do Brasil, e Johannes Roscheck, presidente da Audi do Brasil, ponderaram que o setor está muito ligado à confiança do consumidor na economia, que ainda está incerta.

 

“A nossa projeção é de uma alta de 8% a 10% em 2020 e a BMW pretende acompanhar essa expansão”, disse Krieger.

 

Roscheck ressaltou a necessidade de algumas mudanças no cenário econômico para melhorar o desempenho do segmento premium no ano que vem. “Tudo depende das aprovações das reformas que o mercado espera. Se isso acontecer nesse último trimestre, pode ser que 2020 seja um ano mais forte, porque o nosso segmento é muito ligado ao desempenho da economia. Minha crença é a de que o segmento premium terá um crescimento modesto no ano que vem”.

 

Para melhorar o atendimento dos seus clientes em toda sua rede, que hoje é formada por 49 lojas, a BMW criou os Genius, vendedores que recebem um grande treinamento sobre cada produto para explicar aos clientes as tecnologias de seus modelos: “Eles também são treinados para identificar o que é mais relevante para determinado cliente e, com isso, explorar mais os assuntos que são mais interessantes para o consumidor”.

 

No caso da Audi, Roscheck também reconheceu que oferecer um treinamento mais profundo para a equipe de vendas é vital para elevar o nível de atendimento e não perder vendas: “Hoje temos 47 pontos de vendas e, muitas vezes, o cliente já chega cheio de informação sobre o carro”.

 

Questionados sobre uma possível expansão da rede, o presidente da Audi disse que a empresa estuda a abertura de novas concessionárias em regiões estratégicas e, no caso da BMW, Krieger disse que o tamanho atual da rede suporta a demanda do mercado, mas que a companhia mantém estudos constantes para explorar novas regiões.

 

Foto: Fábio Arantes.