Projeto Courier: a nova picape compacta da Ford será fabricada no México.

Imagem ilustrativa da notícia: Projeto Courier: a nova picape compacta da Ford será fabricada no México.
Jornalista sem foto

Por Argentina Autoblog

CompartilheEstratégia
29/04/2020

Buenos Aires, Argentina – É conhecido como Projeto Courier, em homenagem à última picape pequena que a Ford teve em sua gama de produtos. Mas será um pouco maior do que aquela baseada no velho Fiesta. O Projeto Courier é uma picape do segmento C, de compacto, que será apresentada em meados de 2021 e competirá com um grupo cada vez mais numeroso de rivais: Fiat Toro, Renault Duster Oroch e a futura Volkswagen Tarok.

 

Os leitores de Autoblog conhecem o Projeto Courier faz dois anos, mas hoje conhecerão outros pormenores. Por exemplo: após o cancelamento do Projeto Cyclone na Argentina desapareceu a possibilidade de a Volkswagen assumir esse produto. E também se soube que o primeiro centro de produção do Projeto Courier será o México.

 

A picape compacta da Ford aproveitará os componentes de vários modelos da oval. A plataforma usará peças estruturais do novo Focus quarta geração e também do novíssimo Bronco Sport. O SUV também fornecerá motores e grande parte da inspiração do design exterior. Esqueça a aparência da velha Courier: o Projeto Courier terá uma estética moderna e agressiva.

 

Assim como o Focus e o Bronco Sport, o Projeto Courier será uma picape de carroceria autossustentável. Ou seja: não terá chassis de longarinas, como Ranger e F-150. É um método de construção mais barato e mais leve, também adotado pelos rivais Fiat e Renault.

 

A produção no México permitirá o acesso sem impostos de importação aos principais mercados do continente americano: desde Canadá e Estados Unidos até Brasil e Argentina. A gama de motores será toda formada pelos EcoBoost turbo, a gasolina: 1.5 de três cilindros e 2.0 de quatro cilindros. As potências variam de 180 a 250 cv.

 

* Texto de Camilo Cristófalo traduzido na íntegra pela Redação AutoData