Sete modelos Renault e Nissan sairão da plataforma CMF-B

Imagem ilustrativa da notícia: Sete modelos Renault e Nissan sairão da plataforma CMF-B
Foto Jornalista  André Barros

Por André Barros

CompartilheEstratégia
28/05/2020

São Paulo – Duas fábricas produzirão sete modelos Renault e Nissan sobre a plataforma CMF-B, uma variação da Commom Module Family da Aliança Renault Nissan Mitsubishi da qual saem, atualmente, os Renault Clio e Captur europeus, o Nissan Juke e o Renault Samsung XM3, a variação do Renault Arkana na Coreia do Sul. A informação foi divulgada em uma apresentação da Aliança Renault Nissan Mitsubishi, dando outros pormenores ao plano de negócios anunciado na quarta-feira, 27.

 

O slide que tratava da racionalização de plataformas e da produção no Brasil indicava que dos sete modelos cinco serão Renault – um hatch, dois sedãs e dois SUVs – e dois Nissan – um hatch e um SUV. Uma das fábricas produzirá modelos hatches e suas variações  para as duas marcas e a outra ficará responsável por montar os SUVs.

 

No Brasil a Aliança mantém fábricas em São José dos Pinhais, PR, da Renault, e em Resende, RJ, da Nissan.

 

Não há nada certo com relação aos modelos que serão produzidos aqui, que podem muito bem ser os europeus já conhecidos mas também outros desenvolvidos exclusivamente para a região. Substituirão seis modelos produzidos, atualmente, em quatro plataformas: Renault Sandero, Stepway e Logan, Renault Captur, Nissan March e Nissan Kicks. Outros modelos aqui produzidos – Renault Kwid, Duster e Oroch e Nissan Versa – não foram citados na apresentação.

 

Segundo a aliança a estratégia líder-seguidor será responsável pelo desenvolvimento e pela produção de cerca de 50% dos modelos oferecidos pelas marcas até 2025.

 

Foto: Divulgação.