Tudo azul em máquinas agrícolas

Imagem ilustrativa da notícia: Tudo azul em máquinas agrícolas
CompartilheBalanço da Anfavea
05/10/2017

Assim como em meses anteriores, a produção de máquinas e equipamentos agrícolas cresceu no acumulado do ano, puxada pelo grande aumento no volume exportado e por causa da leve alta no consumo do mercado interno motivada pela supersafra. De janeiro a setembro foram produzidas 43 mil 993 unidades, contra 36 mil 562 no mesmo período do ano passado, crescimento de 20,3%.

 

Porém, a produção de setembro foi de 4 mil 440 máquinas e equipamentos, enquanto no mesmo mês de 2016 saíram das fábricas 5 mil 174 unidades, caindo 14,2%. Na comparação com agosto deste ano, quando foram produzidas 5 mil 135 unidades, a queda é de 13,5%. Alfredo Miguel Neto, vice-presidente da Anfavea, está confiante para o fechamento da produção este ano: “Estamos otimistas para os últimos meses de produção, assim como o mercado está mais confiante com relação a situação geral do País”.

 

As exportações no acumulado do ano cresceram 39,4%, pois foram vendidas para outros países 9 mil 940 máquinas e equipamentos agrícolas contra 7 mil 130 nos nove primeiros meses do ano passado. “Também estamos otimistas para o fechamento do ano das exportações, já que a estabilidade política e econômica da Argentina, nosso principal mercado, estimula a compra de novos equipamentos e máquinas na região”. Depois da Argentina, os principais mercados para exportação de máquinas e equipamentos são: Chile, Peru e México.

 

Em setembro foram exportadas 1 mil 421 unidades, enquanto no mesmo período do ano passado o volume foi de 988, crescendo 43,8%. Na comparação com agosto, o crescimento foi de 15%, pois o volume vendido foi de 1 mil 236 unidades.

 

O mercado interno cresceu 8,5% no acumulado do ano, com 33 mil 594 unidades comercializadas, contra 30 mil 975 no mesmo período do ano passado. Considerando apenas o mês de setembro, foram vendidas 4 mil 358 unidades, contra 4 mil 035 em agosto, alta de 7,7%. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve queda de 10,2%, com vendas de 4 mil 835 unidades.

 

Foto: Divulgação