Venda de máquinas agrícolas e rodoviárias cresce no ano e cai no mês

Imagem ilustrativa da notícia: Venda de máquinas agrícolas e rodoviárias cresce no ano e cai no mês
CompartilheBalanço da Anfavea
08/11/2017

O mercado de máquinas agrícolas e rodoviárias registrou aumento de 4,4% nas vendas de janeiro a outubro. Foram comercializadas 37 mil 480 unidades ante 35 mil 904 no mesmo período de 2016. Já em outubro, houve queda de 20,9%: de 4 mil 929 para 3,9 mil unidades. Antonio Megale, presidente da Anfavea, creditou esse movimento à supersafra anunciada em 2016: “Como no mesmo período do ano passado já era esperada uma supersafra, houve uma antecipação de compra, o que não aconteceu esse ano”. Na comparação de outubro contra setembro a queda foi de 10,3%.

 

Impulsionada pelas exportações, a produção foi menos afetada por esta questão. No acumulado do ano foram produzidas 48 mil 598 unidades, contra 42 mil 803 de janeiro a outubro de 2016, aumento de 13,5%. Em outubro foram produzidas 4 mil 759 unidades, volume 11% maior do que em setembro. Na comparação com o mesmo mês do ano passado houve queda de 23,7%, também devido à supersafra.

 

No caso das exportações de máquinas agrícolas e rodoviárias houve aumento de 44,5% no acumulado do ano, com 11 mil 431 unidades comercializadas para outros países, contra 7 mil 912 no mesmo período do ano passado. Em outubro as vendas externas chegaram a 1 mil 393 unidades, volume 78,1% maior do que no mesmo mês do ano passado. Na comparação com setembro houve uma leve queda, 3%.

 

A Anfavea destaca que a expectativa é atingir 14,5 mil vendas externas, média histórica do segmento em anos melhores e que esse volume pode ser atingido até o fim do ano. Faltando dois meses para encerrar o ano será necessário vender para outros países 1 mil 534 unidades em cada mês, o que aconteceu apenas em junho.

 

Foto: Divulgação