Vendas de máquinas crescem no ano e caem em novembro

Imagem ilustrativa da notícia: Vendas de máquinas crescem no ano e caem em novembro
CompartilheBalanço da Anfavea
06/12/2017

As vendas de máquinas agrícolas e rodoviárias chegaram a 40 mil 545 unidades no acumulado do ano, crescendo 2,6% na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com os dados divulgados pela Anfavea na quarta-feira, 6.

 

Em novembro foram vendidas 3 mil 65 unidades, contra 3,9 mil em outubro, queda de 21,4%. Alfredo Miguel Neto, vice-presidente da entidade, creditou a baixa a dois fatores:

 

“Esta queda se deve à mudança das normas do Moderfrota, que reduziu o prazo de carência de dezoito meses para doze e inibiu possíveis investimentos no setor. Outra questão era uma expectativa dos empresários com relação à queda da taxa de juros, mas o governo já sinalizou que não os baixará até o próximo ano-safra”.

 

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram produzidas 3,6 mil unidades, houve recuo de 14,9%: “Neste período de 2016 o setor se preparava para a supersafra deste ano e que deve ser menor no ano que vem. Daí essa queda”.

 

A produção de máquinas agrícolas e rodoviárias chegou a 52 mil 264 unidades de janeiro a novembro, ante 48 mil 337 no mesmo período de 2016, alta de 8,1%. Olhando apenas para o mês passado a produção foi de 3 mil 963 máquinas, contra 4 mil 462 em outubro, queda de 11,2%. Com relação ao mesmo mês do ano passado, quando foram produzidas 5 mil 534 máquinas, houve recuo de 28,4%. Para a Anfavea o motivo da queda é o mesmo das vendas.

 

As exportações de máquinas chegou a 12 mil 883 unidades até novembro, volume 49% maior do que em período igual do ano passado, quando foram exportadas 8 mil 648. Em novembro as exportações ficaram em 1 mil 443 unidades, alta de 2,9% ante o mês passado e de 96,1% com relação a igual mês de 2016, quando o setor vendeu 736 máquinas para outros países.

 

Foto: Divulgação.