BorgWarner projeta receita de US$ 10,6 bilhões em 2018

Imagem ilustrativa da notícia: BorgWarner projeta receita de US$ 10,6 bilhões em 2018

A fabricante de componentes BorgWarner esperar encerrar o ano com faturamento de US$ 10,6 bilhões em sua operação global, o que representaria crescimento de 7% sobre o faturamento obtido ano passado. Para os próximos três anos, a expectativa é que a receita chegue a US$ 11,5 bilhões, ficando a cargo da região das Américas, onde o Brasil está inserido, a fatia de 38% do total.

 

A empresa acredita que a consolidação das aquisições feitas nos últimos anos, como foi o caso da Sevcon, permita alcançar os resultados no prazo estabelecido. No entanto, a intensificação dos seus esforços no campo da eletrificação, área onde tem feito uma série de lançamentos de componentes, deve ser o caminho trilhado com vistas ao aumento das receitas. Tanto que a companhia vê o mercado chinês, que tem recebido fortes investimentos em eletrificação, como responsável por 41% do faturamento global da empresa até 2020.

 

Ainda que seu principal mercado na região seja os Estados Unidos, a companhia tem feito movimentos interessantes no Brasil, onde possui produção. A empresa fabrica principalmente turbocompressores e motores de partida. Os turbos são feitos na unidade de Itatiba, SP, e equipam os Volkswagen Up!. Em Brusque, SC, a companhia produz os motores de partida dos Chevrolet Spin, Montana, Cobalt e Onix. Afora o mercado de OEM, a empresa também atua no de reposição.

 

Foto: Divulgação.