Vendas da VW crescem mais de 38% em jan-abr

Imagem ilustrativa da notícia: Vendas da VW crescem mais de 38% em jan-abr
CompartilheMontadora
08/05/2018

As dez montadoras que mais vendem automóveis e comerciais leves no Brasil apresentaram crescimento nas vendas no quadrimestre, de acordo com os dados de licenciamentos divulgados pela Anfavea na segunda-feira, 7. Segunda colocada do ranking, a Volkswagen surpreendeu: 107 mil 804 automóveis e comerciais leves emplacados de janeiro a abril, alta de 38,9% na comparação com o mesmo período do ano passado. Com isso, a marca superou a Fiat e assumiu a vice-liderança.

 

O crescimento da VW mostra que Polo e Virtus, os dois modelos com alto volume de vendas mais novos da companhia, caíram no gosto do brasileiro. O primeiro foi o quarto modelo mais vendido nos primeiros quatro meses do ano, com 23 mil 518 unidades emplacadas, enquanto o sedã Virtus, lançado em janeiro, registrou 8 mil 462 licenciamentos.

 

A General Motors segue na liderança do mercado brasileiro, com alta de 15,8% nas vendas do quadrimestre e 125 mil 804 unidades emplacadas. O carro-chefe da empresa continua sendo o Onix, o mais vendido no Brasil, mas o Prisma também tem sua colaboração, pois é o quinto carro mais vendido no País, com 23 mil 17 unidades comercializadas.

 

A Fiat, mesmo caindo da segunda para a terceira posição do ranking, aumentou suas vendas em 13,8%, com 92 mil 246 emplacamentos no período. O recém-lançado Argo foi o modelo mais vendido da empresa, 17 mil 818 unidades, ficando com a nona colocação do ranking dos mais vendidos no Brasil, de acordo com os dados da Fenabrave. O Cronos, também recém lançado, aparece na 38º posição, com 5 mil 38 unidades comercializadas.

 

A Ford, dona da quarta colocação do ranking, vendeu 69 mil 728 unidades de janeiro a abril, alta de 22,4% com relação ao mesmo período do ano passado. O Ka foi o modelo mais vendido da empresa, sendo o terceiro do ranking geral, 32 mil 790 emplacamentos -- quase metade das vendas da marca.

 

A Hyundai aparece na quinta colocação, com 64 mil 177 unidades vendidas, alta de 10,9% na mesma base de comparação. O HB20, segundo modelo mais vendido no Brasil, é o carro-chefe da empresa com 33 mil 618 unidades vendidas nos primeiros quatro meses do ano.

 

A Toyota ficou com a sexta posição depois de vender 60 mil 814 automóveis e comerciais leves, alta de 10,3% com relação ao primeiro quadrimestre do ano passado, com o Corolla sendo o modelo mais vendido da marca japonesa e o oitavo no Brasil, 19 mil 413 unidades.

 

A sétima posição ficou com a Renault, que apresentou o segundo maior crescimento de vendas no período dentre as dez mais vendidas no mercado brasileiro, 38,6% e 59 mil 797 emplacamentos. A alta foi impulsionada pelo Kwid, novo modelo de entrada, que foi o carro mais vendido da marca e o sétimo do mercado local, com 20 mil 303 unidades comercializadas.

 

A oitava posição ficou com a Honda que vendeu 44 mil 694 automóveis e aumentou suas vendas em 9,1%, na mesma base de comparação das outras empresas, sendo o HR-V seu carro mais vendido no Brasil, com 16 mil 354 emplacamentos e a 12ª posição do ranking geral dos modelos mais vendidos.

 

A Nissan aparece em nono lugar com o terceiro maior crescimento de vendas, 37,2% e 32 mil 81 unidades comercializadas. O modelo mais vendido foi o Kicks, com 16 mil 20 emplacamentos e a 13ª colocação no ranking dos 50 mais vendidos.

 

A Jeep fecha o ranking das dez montadoras que mais venderam no período, com alta de 19% e 31 mil 36 unidades emplacadas. O modelo mais vendido foi o Compass, que aparece na 11ª colocação do ranking da Fenabrave, com 17 mil 584 unidades vendidas, ficando com o título de utilitário esportivo mais vendido no mercado brasileiro no primeiro quadrimestre do ano.

 

Foto: Divulgação.