Cade fecha acordo em processos de cartel de autopeças

Imagem ilustrativa da notícia: Cade fecha acordo em processos de cartel de autopeças

Duas empresas fabricantes de autopeças assinaram termo de compromisso com o Cade, Conselho Administrativo de Defesa Econômica, em processos administrativos que apuram a prática de cartel no mercado de reposição de autopeças. As multas, aplicadas à TRW Automotive, do Grupo ZF, e à Leoni Wiring Systems France, somaram mais de R$ 2,8 milhões, segundo o Cade.

 

Comunicado divulgado na quarta-feira, 9, informa que as duas empresas admitiram participação no cartel e se comprometeram a cessar a prática e a colaborar com as investigações do órgão antitruste.

 

No caso da TRW a prática estava nos segmentos de válvulas para motor, guia de válvulas e assentos de válvula, tanto no Brasil quanto na Argentina. O Cade alegou que “há evidencias de que algumas empresas fixaram preços e condições comerciais, dividiram mercado entre concorrentes e trocaram informações comercial e concorrencialmente sensíveis, alinhando aumento de preços, combinando porcentuais e datas para reajustes”.

 

Além da TRW uma pessoa física assinou o TCC, termo de compromisso de cessação. O Cade aplicou multa de R$ 865,7 mil à TRW. Procurado pela reportagem o Grupo ZF afirmou que não se pronunciará a respeito.

 

A Leoni Wiring Systems France também assinou TCC com o Cade referente a processo que analisa cartel no mercado de chicotes elétricos  e componentes automotivos elétricos e eletrônicos, como unidades de controle eletrônico, caixas de junção, painéis automotivos, sistemas com cabo sensor ABS, cabos de alta tensão e componentes para veículos elétricos, híbridos, cabo antena e conectores. O órgão antitruste encontrou evidências de fixação de preço, combinação de informações e troca de pedidos de cotações de clientes.

 

A empresa pagará R$ 2 milhões de multa, sendo que R$ 68 mil ficarão a cargo da pessoa física que assinou o acordo.

 

Foto: Divulgação.