Iveco adotará lay-off em fábrica na Argentina

Imagem ilustrativa da notícia: Iveco adotará lay-off em fábrica na Argentina

São Paulo -- Funcionários da fábrica da Iveco instalada em Córdoba, na Argentina, entrarão em período de lay-off em função da crise no mercado local, que afetou as vendas de veículos naquele país. Procurada pela reportagem a CNH Industrial, controladora da Iveco, confirmou a informação.

 

Por meio de nota a empresa afirmou, ainda, que "continuará com sua política de adequação produtiva para se adaptar à realidade atual do mercado de caminhões naquele país" e que "irá monitorar a evolução da demanda com a expectativa de retomar as atividades industriais o mais rápido possível."

 

Demais pormenores a respeito da pausa na produção, como tempo de duração e número de funcionários envolvidos, entretanto, foram mantidos pela empresa por detrás do biombo corporativo.

 

No entanto, segundo o Autoblog, da Argentina, o fechamento ocorrerá a partir de quarta-feira, 20, e deverá durar até 15 de abril, portanto, cinco meses. Ainda segundo o site, trabalha na unidade um quadro formado por 500 funcionários e cerca de 1,5 mil veículos estariam estocados nos pátios da fábrica argentina.

 

Até outubro a Iveco vendeu 3 mil 245 veículos aos concessionários na Argentina, volume que representa queda de 37% sobre o volume vendido em igual período do ano passado.

 

A montadora completa em 2019 cinquenta anos de operação no mercado argentino. No ano passado a cogitou paralisar a produção em função da crise, o que não acabou ocorrendo à época.

 

A postura da empresa ao longo do ano foi a de adotar discurso otimista a respeito daquele mercado, apesar de reconhecer possibilidade de vendas em menores volumes.

 

Foto: Divulgação.