Conselho para o Rota 2030 se reúne pela primeira vez

Imagem ilustrativa da notícia: Conselho para o Rota 2030 se reúne pela primeira vez
CompartilheCongresso AutoData 2019
25/03/2019

São Bernardo do Campo, SP – Reuniu-se pela primeira vez em Brasília, DF, na sexta-feira, 22, o Conselho Gestor que selecionará os projetos e programas para inovação da indústria automotiva, previsto no texto original do programa Rota 2030. A informação foi divulgada pelo secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Caio Megale, durante a abertura do Congresso Latino-americano da Indústria Automotiva, organizado por AutoData em parceria com a Prefeitura de São Bernardo do Campo no Cenforpe, em SBC, na segunda-feira, 25.

 

Este Conselho Gestor será o responsável por decidir aonde será aplicado o dinheiro arrecadado com os 2% pagos na importação de peças e componentes que fazem parte do sistema de ex-tarifário. Segundo Megale, apenas nos três primeiros meses do ano o valor arrecadado chegou perto de R$ 40 milhões, que serão destinados a projetos apresentados por empresas e instituições voltadas a pesquisa, desenvolvimento e inovação.

 

“Fomos surpreendidos. A arrecadação superou as nossas estimativas”, afirmou Megale. De acordo com o secretário uma das primeiras funções do conselho será analisar os projetos já submetidos. “Vamos fazer a pré-triagem e tomar a decisão. A próxima reunião está agendada para o meio de abril.”

 

A portaria que criou esse Conselho Gestor foi publicada em 13 de março no Diário Oficial da União. O Conselho é formado pelo secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação – no caso, Megale, que é também o presidente do conselho –, outros três integrantes do Ministério da Economia, dois do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, um da Anfavea, um do Sindipeças, um da ABVCAP, Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital, um da AEA, Associação Brasileira de Engenharia Automotiva e um da UGT, União Geral dos Trabalhadores, bem como seus respectivos suplentes.

 

Embora esteja previsto no texto que as reuniões sejam semestrais, os próprios integrantes do Conselho Gestor concordam que um prazo mais curto será necessário – “algo como reuniões trimestrais”.

 

Imagem ilustrativa da notícia: Conselho para o Rota 2030 se reúne pela primeira vez

 

Em sua apresentação Megale comentou que o Ministério da Economia trabalha em dois eixos: redução da burocracia empresarial e ampliação da inovação e digitalização da indústria. O secretário foi o representante do Governo Federal na cerimônia de abertura do Congresso Latino-Americano da Indústria Automotiva, na qual também participaram o Publisher de AutoData, Márcio Stefani, o presidente da Anfavea, Antonio Megale, o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patricia Ellen, e o secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles.

 

Foto: Rafael Cusato.