Volkswagen e Caoa preparam ofensiva de elétricos

Imagem ilustrativa da notícia: Volkswagen e Caoa preparam ofensiva de elétricos
CompartilheCongresso AutoData
21/10/2019

São Paulo – A oferta de automóveis elétricos deve aumentar a partir de 2020 no mercado brasileiro. Durante o Congresso AutoData Perspectivas 2020, realizado na segunda-feira, 21, presidentes da Volkswagen e da CAOA afirmaram que suas empresas preparam ofensiva de modelos da categoria a partir de janeiro.

 

No caso da Volkswagen, o presidente Pablo Di Si disse que a empresa tem programado cinco lançamentos de veículos elétricos até 2022. A companhia anunciou para dezembro, do Golf GTE híbrido: “Estamos nos preparando para um novo perfil de mercado, um novo perfil de consumidor”.

 

Dentre as medidas que apontou como parte do planejamento comercial para os veículos elétricos está a da concessionária digital – na América do Sul já são 160 unidades em atividade, Di Si contou durante o evento: “O futuro das concessionárias é digital e conectado. Já realizamos a venda das duas primeiras unidades por meio digital”.

 

Mauro Correia, presidente da Caoa, afirmou que sua empresa deve expandir a oferta com modelos elétricos para os públicos B e C. Ele manteve, no entanto, os pormenores a respeito do tema ocultos sob o biombo corporativo, mas disse que haverá demanda por veículos elétricos nessa faixa econômica no médio prazo.

 

Os modelos citados pelos executivos representam uma espécie de segunda leva de veículos elétricos no País, que também inclui os cinco modelos importados da Jac Motors e o Caoa Chery Arrizo 5E. Na última edição do Salão do Automóvel de São Paulo foi anunciada a primeira ofensiva, integrada por Nissan Leaf, Renault Zoe e Chevrolet Bolt. Esse último, de acordo com Carlos Zarlenga, presidente da General Motors, começará a ser vendido nas concessionárias em 1o de novembro.

 

Fotos: Christian Castanho