Montadoras aceleram as vendas digitais

Imagem ilustrativa da notícia: Montadoras aceleram as vendas digitais
Foto Jornalista  Caio Bednarski

Por Caio Bednarski

CompartilheTecnologia
15/05/2020

São Paulo – A pandemia de covid-19 acelerou o avanço das montadoras às vendas digitais, maneira encontrada para alcançar os clientes e fechar negócios em cenário de isolamento social. A tendência, agora, é que essa modalidade ganhe participação nas vendas de veículos 0 KM. Nas últimas semanas novos canais de vendas com toda, ou quase toda, a operação realizada de maneira remota, foram anunciados por diversas marcas.

 

A BMW traçou em três semanas o plano de inauguração de uma loja no Instagram, a primeira do segmento premium, aqui, a explorar esse canal de negócios. Jorge Júnior, seu head de marketing, disse que diante do novo cenário a rede já está mudando a mentalidade de trabalho e entendendo que é necessário valorizar as vendas online. Poucos dias depois a empresa inaugurou uma loja no Mercado Livre, canal no qual a Chevrolet também decidiu ingressar e onde iniciará as vendas do novo Tracker nas próximas semanas. Hermann Mahnke, diretor de marketing da empresa, disse que a novidade é um passo importante em direção à digitalização das vendas.

 

Outras montadoras decidiram apostar em canais próprios, como a Hyundai e a Caoa Chery. A primeira, em parceria com a Abrahy, a entidade que representa seus concessionários, lançou o Hyundai Express, serviço digital para a venda dos modelos Creta e HB20 de maneira totalmente remota, dividido em seis etapas: montagem do veículo pela internet, atendimento virtual via aplicativo de mensagem e vídeo-chamada, agendamento de um test-drive em domicílio, avaliação online do veículo que será dado na troca, simulação de financiamento e entrega na casa do cliente, seguindo as normas de segurança.

 

O Hyundai Express é um dos fatores que motivou a antecipação da retomada da produção em duas semanas na fábrica de Piracicaba, SP: as linhas voltaram a operar para atender às demandas online e das concessionárias localizadas em estados que autorizaram o seu funcionamento. Angel Martinez, vice-presidente comercial da empresa, disse que a plataforma é uma resposta aos desafios do cenário atual.

 

O Caoa Chery Virtual foi lançado no fim de março, mas o nome engana, porque remete a uma negociação digital. O que acontece, nesse caso, é que o interessado entra em contato com uma central e agenda a visita do vendedor, que leva o carro até a casa do cliente para conhecê-lo e fazer test-drive, avalia o seu usado e simula condições de financiamento. Mesmo não sendo digital é um novo meio que a empresa encontrou para chegar até seus clientes durante a pandemia. Caso o interesse pelo veículo se converta em venda a negociação segue dessa forma.  

 

A Volvo Cars criou um site que simula o ambiente de uma concessionária e permite que o cliente ande pela loja e até visualize o interior dos veículos. O tour pela loja também incluiu realidade aumentada, no caso de alguns modelos, e caso haja interesse de compra o cliente pode entrar em contato via WhatsApp ou chat online com o vendedor, ou pela central telefônica. A novidade é global e em outros mercados a empresa possui ações parecidas.

 

Novas modalidades online de fazer negócios também chegaram segmento de caminhões. A Volvo está promovendo a segunda ação de venda de veículos seminovos online, por meio do seu site, no qual os clientes encontram disponíveis 320 versões de caminhões. Depois de escolher o modelo  a negociação pode ser feita de três formas: contato via WhatsApp ou telefone com a central de vendas e o preenchimento online da intenção de compra – nesse caso o cliente aguarda o contato do vendedor depois de enviar a proposta. 

 

Nos estados em que as revendas têm autorização para funcionar algumas marcas de automóveis e máquinas agrícolas como BMW, Fendt e New Holland divulgaram que os vendedores estão apresentando os produtos no showroom à distância para os clientes, por meio de videoconferência. 

 

Eventos no padrão conhecido como novo normal, com quase tudo sendo feito de maneira remota, também entraram na pauta das montadoras. A Chevrolet não tirou o pé do acelerador e realizou o seu lançamento mais importante do ano dessa forma, com delivery do veículo para alguns jornalistas testarem. A Audi também seguiu esse caminho e apresentou o e-tron, lançamento importante, seu primeiro elétrico. 

 

As empresas do segmento agrícola, que já atendem aos clientes de maneira remota, também pensam em como seguir com seus lançamentos nos novos padrões e a primeira marca a se arriscar foi a Fendt, com a apresentação da linha de tratores 900 Vario.

 

AutoData também aderiu: criou a Webcon, uma série de conversas online com líderes do setor automotivo, e fez sua primeira live. Os eventos também caminham para o ambiente virtual, como o Workshop de Máquinas Agrícolas, marcado para segunda-feira, 18.

 

Foto: Freepik.